Prevenção de incêndios e valorização e reabilitação de habitats naturais

O ZASNET, enquanto entidade gestora da Reserva da Biosfera Transfronteiriça Meseta Ibérica vai avançar com o PLANO DE PREVENÇÃO DE INCÊNDIOS FLORESTAIS E DE VALORIZAÇÃO E REABILITAÇÃO DE HABITATS NATURAIS.
O Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial ZASNET, enquanto entidade gestora da Reserva da Biosfera Transfronteiriça Meseta Ibérica promoveu uma primeira reunião de trabalho, com diversas entidades, para dar início à preparação de um Plano de Prevenção de Incêndios Florestais e de Valorização e Reabilitação de Habitats e Naturais no território português que integra a Meseta Ibérica (Alfândega da Fé, Bragança, Carrazeda de Ansiães, Figueira de Castelo Rodrigo, Freixo de Espada à Cinta, Macedo de Cavaleiros, Miranda do Douro, Mirandela, Mogadouro, Vila Flor, Vimioso e Vinhais).
Este primeiro encontro aconteceu em Mirandela e, para além de diversos organismos locais (CIM-TTM, IPB, autarquias e Grupos de Ação Local), contou com a presença de responsáveis pela CCDRN e pelo ICNF, que vieram falar da experiência já desenvolvida no Parque Nacional da Peneda do Gerês, também classificado pela UNESCO (Reserva da Biosfera Transfronteiriça Gerês-Xurés).
A experiência da Peneda do Gerês, porque apresenta resultados muito positivos, vai ser replicada no território da Meseta Ibérica, com as adaptações e melhorias necessárias. Este Plano será apresentado ao Governo para que reconheça a sua importância e permita que se possam desenvolver ações concretas, financiadas quer pelo Estado Português quer pelos Fundos Comunitários, no sentido de prevenir efetivamente os incêndios florestais, com consequências dramáticas a nível da destruição dos ecossistemas.
"Este Plano vai ter em linha de conta a necessidade de combater os problemas do despovoamento, que tem favorecido o aumento de incêndios florestais, e a fraca capacidade que os territórios que integram parques naturais têm tido na fixação de pessoas", refere Berta Nunes, presidente do ZASNET.
Enquadramento
Uma das funções da Reserva da Biosfera Transfronteiriça Meseta Ibérica é a conservação dos ecossistemas. Os últimos 3 anos foram dramáticos no que diz respeito aos incêndios florestais que atingiram a área territorial da RBT Meseta Ibérica, com um número total de ocorrências 463 em 2014, 721 em 2015 e 492 em 2016. Em média os concelhos de Bragança, Figueira de Castelo Rodrigo Freixo de Espada à Cinta, Mirandela e Vinhais, tiveram mais de 50 ocorrências nos últimos 3 anos, com grande incidência nos PNM e PNDI. Fácil é perceber que os impactos ambientais e sociais são dramáticos e que urge sanar ou pelo menos minimizar estas consequências. 

Data da Notícia: 
02/01/2017